Sobre a felicidade

 donnierayjones/Visual Hunt/CC BY

donnierayjones/Visual Hunt/CC BY

- Mãe, sabe por que eu tô com essa cara aqui?
- Peraí, amor, tô dirigindo, já vou olhar.

A cara era um sorriso. Sorrisão, dentes à mostra. Meio congelado, é verdade, mas com um propósito claro: não deixar a menor dúvida de que estava sorrindo.

- Nossa! Que dentão bonito! Por que você tá com essa cara, heim?
- Porque eu tô feliz!
- E por que você está feliz?
- Por causa de todas as coisas da vida, mãe. Dos meus brinquedos, da minha família, dos meus amigos…
- Ô filho, tem muita coisa boa na sua vida, né?
- É. E hoje não aconteceu nada que eu não gostei. 
- Que bom. Mas tem dia que acontece umas coisas que a gente não gosta, e aí…
- É. Aí eu fico um pouco triste, mas só um pouco, porque tenho a felicidade. 

E aí a mãe também tem.